Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Gestor de Projeto Moderno

O Gestor de Projeto Moderno

28
Jul19

Pensa bem quando dizes que não tens tempo

Luís Rito

Olá a todos ,

 

Hoje pensei escrever-vos sobre algo que afeta a grande maioria das pessoas nos dias que correm, a suposta falta de tempo! Não sei se é moda, mas todos agora adoram dizer que estão sempre mega ocupados e sempre "sem tempo para nada". Como se o simples facto de andarem a correr de um lado para o outro representasse o quão bons profissionais são. Não sei se já sentiste esta espécie de epidemia dos tempos modernos, mas acredito que concordas que principalmente nas grandes cidades as pessoas têm um pouco esta mentalidade.

 

Sendo isto um blog, e portanto um sítio onde posso partilhar a minha opinião sem problemas, acredito que esta moda do profissional super ocupado não é o caminho a seguir. Aliás, no futuro a humanidade tem que batalhar para conquistar algo que foi perdendo ao longo dos anos, a sua criatividade. Numa era de inteligências artificiais que executam tarefas de forma bem melhor que nós, temos que ser cada vez mais inteligentes e criativos, pois é aí que as máquinas começam a ter dificuldades. Com toda esta introdução já me estou a desviar um pouco do assunto original, mas tenta entender que o futuro não é sermos máquinas, pois para isso já existem computadores bem mais rápidos que nós.

 

O tema que quero aprofundar mais é a característica que temos para dizer vezes sem conta a frase "não tive tempo para...". Não consigo ler porque não tenho tempo, não consigo ir ao ginásio porque não tenho tempo, não consigo trabalhar num projeto pessoal porque trabalho a full-time, e portanto, não tenho tempo. Contudo existe algo que me deixa muitas vezes pasmado quando oiço comentários deste género, já que muitas dessas pessoas vêem por exemplo séries atrás de séries no Netflix ou fazem 10 posts no Facebook por dia. Não critico quem o faz, mas então deixem de dizer que não têm tempo, digam antes que, não leem mais, nem vão ao ginásio, nem avançam com os vossos projetos pessoais, porque preferem ver séries a fazer esse tipo de atividades. Essa sim é a forma de dizer as coisas como elas são. Dizer que se está muito ocupado e sem tempo e ao mesmo tempo saber de cor e salteado 10 séries diferentes não está correto.

 

Sandwatch.jpg

 

Se por outro lado és como eu e estás sempre a tentar otimizar o teu tempo, sabes melhor de ninguém como está dividido o teu dia. Esta é a forma de melhorares e tentares extrair mais dele. Por exemplo, se vais de comboio ou autocarro para o trabalho e demoras 30m para cada lado, ao invés de ires a jogar jogos ou nas redes sociais, leva um livro e começa a ler. No final da semana isso representa 5h de leitura, o que te torna um ser humano bem mais informado que a pessoa que vai ao teu lado a jogar Candy Crush. Se tiveres possibilidade, aloca blocos de tempo durante o teu dia, e tenta ser fiel a eles. Desta forma sempre que quiseres introduzir algo novo, sabes que tarefas podes prescindir a favor de outras.

 

Dou-te um exemplo muito simples, para mim, um dia típico de semana é assim:

 

6h45 - 7h: Acordar e tomar o pequeno-almoço

7h - 7h30: Treino da manhã (treino de força)

7h30 - 8h: Tomar duche e preparar-me para sair

8h - 8h20: Deslocação para o trabalho

8h20 - 18h30: Horário de trabalho

18h30 - 18h50: Deslocação para casa

18h50 - 20h: Treino 2 (cardio)

20h - 22h: Jantar e estar com a família

22h - 23h00: Ler & Trabalhar projetos pessoais

23h00 - 23h15: Preparar para dormir

23h15 - 6h45: Dormir

 

Olhando para a minha rotina diária, por exemplo, se quiser incorporar algo novo como por exemplo estudar temporariamente para um exame, já sei que o posso fazer por exemplo no bloco de tempo do treino 2 ou no bloco de tempo das 22h às 23h30. Como sei que sou uma pessoa bem mais produtiva de manhã, provavelmente não será boa ideia estudar das 22h às 23h30, pelo que poderei alterar o estudo para logo de manhã, fazendo então os ajustes necessários ao que resta do meu dia. Acredito que com algum planeamento, torna-se injusto dizermos constantemente que não temos tempo, já que afinal de contas trata-se apenas de fazermos escolhas. Estamos limitados a 24h (e ainda por cima temos de dormir ), portanto o que acontece é que vais ter que definir prioridades e escolher aquilo que queres mesmo fazer. Uma das próximas alterações que vou fazer à minha rotina é realizar todos os treinos de manhã (treino de força e cardio), deixando o meu final de dia para ler mais e para trabalhar nos meus projetos pessoais. Claro que se quero fazer mais pela manhã, vou acordar 45m mais cedo, ou seja, pelas 6h. É este tipo de tradeoffs que tens que fazer no teu dia a dia para ganhares tempo.

 

Por exemplo, se queres mesmo ir ao ginásio, tenta fazê-lo logo pela manhã, já que apenas depende de ti levantares-te e ires treinar. De tarde podes não ter a mesma oportunidade, já que em muitos empregos surgem imprevistos que por vezes temos de resolver. Para conseguires fazer o treino de manhã tenta deitar-te mais cedo e também levantar-te mais cedo. Um estudo realizado à uns anos pela ACNielson revelou que os Portugueses são o povo mais noctívago do planeta! Apenas 25% da população se deita antes da meia-noite, e dos outros 75%, cerca de 30% deita-se depois da 1h da manhã! A questão que coloco é...o que é que ficamos realmente a fazer para nos deitarmos tão tarde? Arrisco-me a dizer que ou a ver televisão ou em frente ao computador/telemóvel/tablet a "matar o tempo".

 

Tenta não ser só mais um, utiliza o teu tempo de forma racional e vais conseguir o que quer que te proponhas a atingir. Lembra-te de uma coisa, todos nós temos 24h por dia, ninguém tem mais, ninguém tem menos. A forma como valorizas o teu tempo é que faz toda a diferença. É por isso que grandes empresários conseguem erguer impérios. Exemplos como Elon Musk, Bill Gates, Steve Jobs são a prova que em 24h consegues fazer aquilo que quiseres. Trata o teu tempo como o teu bem mais precioso, e não o desperdices.

 

Por hoje é tudo, espero que tenhas gostado. Até à próxima 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro Liberdade Financeira