Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Gestor de Projeto Moderno

O Gestor de Projeto Moderno

30
Set19

Hábitos do profissional de excelência

Luís Rito

Olá a todos 

 

Hoje vamos falar de hábitos! Quem tem vindo a acompanhar o meu blog sabe a importância que dou à criação de hábitos. Continuo a achar que são a melhor forma de atingirmos a nossa melhor forma enquanto profissionais. Os hábitos que te vou descrever abaixo podem ser adaptados a qualquer tipo de profissão. Com curiosidade? Dá uma vista de olhos.

 

1. Obter certificação específica e relevante para a tua área de atuação. No caso de um gestor de projetos deves focar-te por exemplo nas certificações do PMI (Project Management Institute), já que continuam a ser das mais reconhecidas no mercado. Tenta obter uma certificação nova pelo menos a cada dois anos. Quando falo em certificação, podes pensar também em mestrados, MBA, etc. Não te concentres apenas em gestão de projetos, existe uma panóplia de temas que enquanto gestor de projeto podes melhorar, como por exemplo liderança, negociação, gestão de equipas de alto rendimento, six sigma, lean, etc etc. As possibilidades são mais que muitas.

 

2. Lê as propostas de emprego que existem na tua área e percebe se os teus skills ainda estão adequados ao mercado. É muito importante perceberes se ainda és relevante no mercado atual de trabalho. Caso existam muitos pontos que sentes que não dominas, é hora de embarcar em cursos presenciais, online, livros, YouTube, etc. Procura sempre a melhoria contínua.

 

3. Lê artigos ou publicações específicas da tua indústria de atuação. Procura estar por dentro das novas tendências, por vezes vais perceber que poderão ser modas passageiras, mas na grande maioria o teu tempo será muito bem investido. Não fiques cristalizado. Se achas que após saíres de uma faculdade já não vais precisar de aprender ou estudar materiais novos então vais ficar muito atrás da tua concorrência.

 

4. Escreve artigos ou ensina materiais que dominas. Para mim não existe melhor forma de te tornares especialista num tema que tentares ensiná-lo a outras pessoas. Essa partilha para além de ter um grande benefício para quem recebe a informação, acaba por ser também fantástica para ti, porque vais acabar por dominar os temas. Outro ponto positivo é que quando partilhas informação, quem a recebe pode também incluir novas ideias, o que vai resultar em conceitos mais robustos. Construir e partilhar é sempre melhor que esconder ou destruir.

 

5. Não queimes pontes. O teu trabalho deve ser sempre na perspetiva de construir pontes e nunca de as queimar. Deves trabalhar a tua capacidade de empatia e de negociação, já que a primeira te vai permitir perceber e entender quem está do outro lado, e a segunda vai-te permitir chegar a um consenso que resulte em situações de win-win. Entrares em guerra com as outras pessoas só vai tornar o teu trabalho mais difícil.

 

6. Faz exercício físico, alimenta-te bem e dorme aquilo que necessitas. O exercício físico liberta endorfinas (hormona da felicidade), faz-te parecer mais novo e dá-te mais energia no dia a dia. Quanto a mim parecem-me demasiadas vantagens para não as aproveitares, a única coisa que tens de prescindir é de 30m por dia para o realizar. Uma excelente alimentação também te torna mais saudável, transforma o teu cérebro num orgão mais "oleado" e faz-te sentir mais leve. Come muitos vegetais, gorduras ricas em ómega 3 como o azeite ou peixes gordos como salmão ou sardinha e bebe água continuamente ao longo do dia. Tenta ainda comer mais carnes brancas e menos vermelhas. Finalmente, nunca facilites na hora de descansar. O teu cérebro não funciona bem quando não dormes o suficiente, portanto dorme a quantidade de horas que necessitas. No meu caso fico bem com 7h a 7h30, portanto tento não dormir nem mais nem menos.

 

Exercício Físico

 

7. Junta algum dinheiro que te permita fazer face às tuas despesas mensais por um período de 6 a 12 meses. Podes pensar que este hábito está um pouco desenquadrado com os que te apresento acima, mas não subestimes o poder que teres esta almofada financeira te dá. Em primeiro lugar, cultivar um hábito de poupança é uma excelente forma de te preparares para o teu futuro e para a tua reforma. Em segundo lugar, teres este dinheiro de lado permite concentrares-te unicamente nas tuas funções do dia a dia, e não em dinheiro. Profissionais que se preocupam demasiado com contas que têm para pagar não são tão produtivos. Tens muitas empresas que pagam muito bem a alguns dos seus colaboradores para que eles não tenham que dispender massa cinzenta a pensar em dinheiro. Assim, quando algum imprevisto te acontece como um arranjo no carro, já não vais andar em sofrimento a pensar onde vais buscar o dinheiro, podes viver uma vida mais tranquila. Outra vantagem é que ter dinheiro te pode abrir oportunidades que estão vedadas quando não o tens. Por exemplo, se quiseres ir tirar um MBA podes ir fazê-lo sem estar a depender de empresas de crédito ou bancos, é tudo mais tranquilo e rápido. Também te permite encarar o dia a dia com outra atitude, já que vais deixar de ter tanto medo de vir a ser despedido. Em algumas pessoas isso transforma-se em mais garra e vontade de arriscar (algumas pessoas têm demasiado medo de errar e de vir a ser despedidas), o que na maioria das vezes origina bons resultados.

 

Agora é a tua vez. Dos hábitos que te apresento acima, és fã de algum? Quantos praticas no teu dia a dia?

 

Por hoje é tudo, até à próixma 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro Liberdade Financeira