Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Gestor de Projeto Moderno

O Gestor de Projeto Moderno

04
Set19

Gere a tua carreira , ninguém o vai fazer por ti

Luís Rito

Olá a todos , espero que se encontrem bem.

 

Hoje escrevo-vos num ambiente mais informal, na varanda do hotel onde estou hospedado a gozar as minhas merecidas férias . Antes que comecem a chamar-me nomes, deixem-me explicar o porquê de estar a partilhar esta informação. As férias são sempre momentos ótimos para desligar da loucura do dia-a-dia e pensar onde estamos e para onde queremos ir. É também um excelente momento para pensares na tua carreira. Muitas vezes tenho falado com excelentes profissionais que põem toda esta tarefa nas mãos da empresa onde trabalham, o que para mim é um grande erro. Não digo que não seja importante ter em mente o que a empresa espera que faças, mas é só um primeiro passo. Noutras situações, vejo pessoas que facilmente ficam desmotivadas porque as suas empresas não têm planos de desenvolvimento bem definidos, e portanto optam por assumir uma atitude passiva (não fazer nada e somente criticar).

 

Do meu ponto de vista, a tarefa de definição de um plano de desenvolvimento deve ser algo que deves levar muito a sério! E caso a tua empresa não te dê nenhum, deves fazê-lo tu mesmo. Aliás, deves fazê-lo ainda que a tua empresa te dê de bandeja um plano de carreira e formação. Ninguém melhor que tu sabe as lacunas que tens, quais as tuas forças e onde te vês daqui a 5 anos. Este tipo de trabalho deve ser executado quando te encontres num período de atenção máxima, ou seja, com grande foco na tarefa que tens em mãos. Para leres mais sobre momentos de atenção máxima, dá uma vista de olhos no post "Como geres a tua atenção?".

 

Normalmente opto por dividir o meu plano de desenvolvimento em rubricas maiores, como por exemplo, formação, certificações, experiência, rede de contactos, ferramentas e projetos que quero realizar. Tudo isto deve sempre ser preenchido com um olhar atento no teu futuro próximo, ou seja, onde te vês daqui a uns anos (normalmente 5). O plano não passa de um conjunto de ações que te permitem pouco a pouco chegar ao teu objetivo. É como um projeto, podes acrescentar milestones ao longo do caminho, e não te inibas de ter momentos de celebração quando os conseguires atingir.

 

Crescimento

 

Para que possas ter uma ideia mais clara de como fazer um plano de desenvolvimento, coloco-te abaixo um exemplo para alguém que ambiciona um dia ser gestor de projetos.

 

Formação

 

Que formação necessitas de ter para vir a ser um gestor de projetos? Caso pretendas tirar uma certificação do PMI (Project Management Institute), como por exemplo o PMP (Project Management Professional), necessitas obrigatoriamente de uma formação em gestão de projetos. Deves criar tarefas que te permitam chegar lá. Por exemplo, fazer pesquisa sobre que formações são aceites para te candidatares ao PMP, investigar a que tem melhor relação preço/benefício, garantir que tens recursos financeiros para a realizar e avançar para a sua concretização. 

Para além da formação em gestão de projetos, gostavas de investir em algo mais? Por exemplo, formações em liderança e negociação são sempre algo muito importante para um gestor de projetos. Repara que quando falo em formação não tem que ser sempre em sala. Existem várias formas de te formares, como por exemplo leres livros, assistires a formações através da internet ou simplesmente ver palestras de pessoas com experiência no tema através do YouTube. Na era da internet só não aprende quem não tem vontade de o fazer.

 

Certificações

 

Para além da formação, queres investir em certificações? As certificações acabam por ter um maior reconhecimento no mercado de trabalho, já que certificações têm sempre um exame associado que atesta as capacidades do formando. Dito isto, no exemplo que te dei, creio que algumas boas certificações seriam o PMP para gestão de projetos tradicional ou a PMI-ACP para gestão de projetos Agile. Podes também concluir que preferes investir em Six Sigma, Lean, Scrum, etc...as possibilidades são enormes.

 

Experiência

 

Que experiência necessitas para ser um gestor de projetos? Aqui depende muito de onde estás enquadrado. Diria que é sempre uma grande mais valia perceber do negócio onde te encontras. Se por exemplo estás na banca certifica-te que sabes bem todos os seus truques & dicas e que conheces a grande maioria dos termos técnicos. Depois da experiência no negócio, deves focar-te em experiência técnica. No nosso exemplo, se não tens qualquer experiência em gestão de projetos, tenta primeiro ser parte integrante de uma equipa de projeto. Dessa forma podes observar diretamente como age o gestor do projeto, como lida com os problemas e como gere a equipa. Se tiveres possibilidade oferece-te para voluntariado relacionado com gestão de projetos. Finalmente, tenta adotar a gestão de projetos ao teu trabalho atual, pensa nas tuas tarefas de forma estruturada, por exemplo se têm dependências entre elas, qual o seu esforço e quando é expectável concluires cada uma delas. Aproveita todas as oportunidades para aprenderes as bases.

 

Rede de contactos

 

Existem contactos que podes realizar que te permitam atingir mais facilmente o teu objetivo? Se sim, deves listá-los a todos e definir qual a estratégia de abordagem para cada um deles. Imagina que a tua empresa já tem um grupo de gestores de projeto. Diria que um dos teus maiores interesses deve ser interagir o máximo possível com eles. Normalmente as pessoas gostam de ajudar, basta que peças. Pede ajuda, tenta perceber quais as suas tarefas no dia-a-dia, tenta obter orientação/coaching da parte deles, a sua experiência vai ser para ti de um valor enorme. Podes também fazer uso do LinkedIn para te ligares a pessoas da mesma área/indústria, utiliza o poder da internet.

 

Ferramentas

 

Que ferramentas tens que dominar para atingires o teu objetivo? No nosso exemplo poderia por exemplo ser o Microsoft Project, Excel (avançado), Visio, Jira, Sharepoint, etc. Dedica algum do teu tempo a aprender mais sobre todas essas ferramentas, e acima de tudo pratica muito...é a única forma real de aprender algo. 

 

Projetos a realizar

 

Queres realizar um ou mais projetos pessoais nos próximos tempos? Deves listar aqui todos os pontos onde queres investir o teu tempo. Podes por exemplo querer escrever um artigo por mês sobre gestão de projetos, escrever um livro, desenvolver uma app ou criar um blog. As opções são infinitas. Escolhe sempre algo que te motive.

 

Após identificares que pontos queres desenvolver em cada uma das rubricas que te enumerei acima, deves organizá-las como se de um projeto se tratasse. Este é o ponto mais importante, a tua capacidade de execução é bem mais relevante que a de planeamento. Podes ser o melhor planeador do mundo, mas se não pões em prática o teu plano não te vai servir de muito.

Assim, todas as tarefas que definiste no teu plano devem ter uma data limite, se não tiverem vais acabar por perpetuá-las no tempo e não vais conseguir realizar a grande maioria delas. Tens que ser implacável na concretização do teu plano de desenvolvimento, garanto-te que é um exercício que vale a pena. Também te garanto que quando olhares para trás e visualizares tudo aquilo que já concretizaste vais perceber a evolução que tiveste ao longo dos anos. Este exercício dá-te uma clareza e foco total, o que te permite também descartar tarefas que não estejam alinhadas com a tua visão futura. Lembra-te que nos dias de hoje menos é mais!

 

E tu, já investiste na realização do teu plano de desenvolvimento?

 

Espero que tenhas gostado, até à próxima 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro Liberdade Financeira